quinta-feira, 22 de abril de 2010

GOSTARIA DE SABER...

O que mais o/a agrada na Cidade da Luz, ou mesmo desagrada? E o que você contaria do seu contado com ela? Diga aí, na moral

sábado, 27 de março de 2010

CASO NARDONI. POR QUE O LINCHAMENTO?

Não restam dúvidas: foram culpados. As provas periciais disseram. Estava lendo na cama, hábito horrível, mas o tenho, quando vi na televisão o resultado do julgamento. Euforia, rojões, festejos... Na sequência saem os carros que levariam de volta aos seus presídios os culpados, condenados... Aí começa o povo a correr atrás, a bater nos carros. Gente de toda idade. Chama-me, no entanto, a atenção pais com os seus filhos, em especial uma senhora que, puxando a filha pela mão, sai correndo, gritando, batendo no camburão, arrastando uma menina que deveria ter uns 9 a 10 anos. Perguntei-me: por que tudo isso? Já foram condenados. Gostaria de saber de vocês o que pensam sobre esta sanha de linchamento que se abate na pessoas... A mim parece uma vingança de algo vivido e não punido. Como se naquele momento houvesse uma espécie de sabor de vitória, vingança mesmo diante da sua própria história, de algum recalque, frustração, dor não “descontada”. O que vocês acham?

quarta-feira, 10 de março de 2010

CASO DUAS MULHERES OU NÃO?

Fui contatado por duas senhoras, de nível superior, para casá-las, uma vez que elas já vivem maritalmente e têm um contrato registrado de união estável. Afirmo que são de nível superior, com o único objetivo de dizer que são pessoas que sabem onde têm o nariz. Gostaria que vocês me respondessem rapidamente. Celebro esta união ou não?

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2010

POR QUE NÃO?

No último dia 23 de fevereiro comemoramos o aniversário da Cidade da Luz e do Centro Espírita Cavaleiros da Luz com um lindo culto ecumênico. Lá estavam Mãe Carmen - filha e sucessora de Meninhinha do Gantois, Mãe Jaciara - cuja morte da mãe por intolerância religiosa deu origem à criança do dia nacional contra a intolerância religiosa, padre Alfredo Dórea e o pastor Djalma Torres, além de André Peixinho - presidente da Federação Espírita do Estado da Bahia e Adenauer Novaes, fundador do Lar Harmonia, além naturalmente de ilustres autoridades, artistas e o público em geral. A festa, modéstia inclusa (risos) foi linda: mais de 3 mil pessoas ouviram as mensagens de todos os religiosos com muita atenção. Cantaram juntos com os celebrantes. Houve emoção, lágrimas, risos...Tudo como, certamente, Jesus gosta e aprova. Então, pergunto: Por que não? Por que não podemos fazer sempre assim: diminuir distâncias entre corações, buscar pontos comuns e deixar de lado os divergentes? Por que não?

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2010

CARNAVAL: IR OU NÃO?

Chega esta época, vemos todo tipo de consideração acerca da ida ou não ao Carnaval. O mais corriqueiro é que há uma infestação de espíritos obsessores dispostos a fazer dos foliões o seu alvo de perseguição. Há os que digam que tudo é uma questão de sintonia mental. Ou seja: você poderá não estar no Carnaval, mas a sintonia está pelos piores porões dos sentimentos ruins. E você, o que pensa disso tudo? Escreva aí.

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

DEUS AGE ASSIM? O QUE VOCÊ ACHA?

"Dou uma parte de meu salário à minha comunidade. Sou muito radical com seus valores e não os negocio com ninguém. Tenho muitas experiências com Deus que me marcaram, mas destaco duas: minha mulher ficou grávida seis meses depois de nos dizerem que não podíamos ter filhos e, com 18 anos, fraturei a sexta vértebra e os médicos me disseram que era um milagre que eu pudesse andar", KAKÁ, JOGADOR DE FUTEBOL

domingo, 13 de dezembro de 2009

VOCÊ FARIA ESTE TESTE EM SEU FILHO, POR QUÊ?

Notícias recentes dão conta que duas empresas (EUA e Austrália) estão oferecendo um teste genético que pode apontar se o indivíduo teria predisposição maior para esportes de explosão ou para esportes de resistência.
O estudo dos pesquisadores australianos mostra que a variante do gene ACTN3 está aumentada nos dois sexos em atletas de alta velocidade, mas surpreendentemente a mesma variante tem um efeito diferente em homens e mulheres. Em comparação com a população normal, no sexo feminino, ela está aumentada em atletas de alta velocidade, mas diminuída naquelas de resistência. Pais devem testar seus filhos para determinar o tipo de esporte que eles vão praticar, baseados em apenas um dos aproximadamente 20.000 genes que possuímos? Vamos testar esse gene em crianças para saber se têm talento para serem atletas? Essas são as questões. Isso contraria o Espiritismo?