Artigos

09h00

Claro: é Natal

Estava em um culto inter-religioso no Tribunal de Contas do Estado, em ação digna de ser seguida por gestores públicos, quando o meu amigo Inaldo Paixão, presidente da Casa, exortou de forma verdadeira a todos ao amor. Momentos antes, amigos celebrantes fizeram alusão ao meu último artigo aqui neste prestigioso espaço, agregando compreensão de que realmente as repartições públicas não podem ser púlpito de proselitismo de uma única religião. A prefeitura de Salvador inclusive também falha neste sentido. Pessoas de má-fé, poucas, se posicionaram que eu era contra missa, mas os de sentimentos cristãos ponderaram pela sensatez.

Mas voltando ao conselheiro Inaldo, naquele momento me perguntei: O que se pode falar sobre o Natal sem ser piegas, nem se apoiar em demagogia religiosa? Condenar o consumismo, mas que só a boca fala, porquanto o bolso se abre? Não. Faz parte. Censurar as mesas lautas, as casas enfeitadas?

Penso que não, é tradição. Já sei, falar do autoperdão, do autoamor.

O perdão que oferecemos a nós mesmos, para que não fiquemos presos a um momento de insensatez, que pode ter levado a vida a um turbilhão de consequências horríveis. Assumi, sim, as consequências, mas seguir adiante na tentativa de ser melhor. O autoamor, que nada tem a ver com egoísmo, é proposta de Cristo "amar o próximo como a si mesmo", ou seja, a condição de amar o outro é de se amar, buscando seus sonhos, realizações, compreendendo que pessoa ou coisa alguma faz alguém feliz. A felicidade é obra pessoal, sobre você, pois só assim será real.

Assim, penso que Natal é tudo isto: presente, confraternização, ceias, mas também compreensão de começar a fazer o seu melhor, para ser melhor. Jesus nos deu o ideal, mas vamos no possível das nossas condições humanas.

Feliz Natal às vezes me parece apenas pró-forma, sem conteúdo, mas se ele implica em ser mais humano, justo, reconhecendo sua humanidade e limitações, mas sem perder a meta de possível paz... Desejo a todos.

 

José Medrado
Mestre em Família pela UCSal e fundador da Cidade da Luz

Pre | Desktop e Tablet
Oficina de costura Romana Medrado
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Colabore
Centro de Cultura e Arte Pai João
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Caravana Fraterna
Grupo de Assistência
Next | Desktop e Tablet
Pre | Smartphone
Centro de Cultura e Arte Pai João
Grupo de Assistência
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Oficina de costura Romana Medrado
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Colabore
Caravana Fraterna
Next | Smartphone
Rua Barreto Pedroso, 295 • Ptuaçu • Salvador • BA • CEP: 41.741-030 • Brasil
Telefone: +55 71 3363.5538
E-mail: cidadedaluz@cidadedaluz.com.br
2016 - 2017. Cidade da Luz. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo | Agência Digital