Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Para obter mais informações, consulte o nosso política de privacidade e nossa política de cookies. E para entender os tipos de cookies que utilizamos, clique em Opções. Ao clicar em Aceito, você consente com a utilização de cookies.

Aceito Opções

Definições

Queremos ser transparentes sobre os dados que nós e os nossos parceiros coletamos e como os utilizamos, para que você possa controlar melhor os seus dados pessoais. Para obter mais informações, consulte a nossa política de privacidade e nossa politíca de cookies.

O que são cookies?

Cookies são arquivos salvos em seu computador, tablet ou telefone quando você visita um site.

Usamos os cookies necessários para fazer o site funcionar da melhor forma possível e sempre aprimorar os nossos serviços.

Alguns cookies são classificados como necessários e permitem a funcionalidade central, como segurança, gerenciamento de rede e acessibilidade. Estes cookies podem ser coletados e armazenados assim que você inicia sua navegação ou quando usa algum recurso que os requer.

Gerenciar preferências de consentimento

Utilizamos softwares analíticos de terceiros para coletar informações estatísticas sobre os visitantes do nosso site. Esses plugins podem compartilhar o conteúdo que você fornece para terceiros. Recomendamos que você leia as políticas de privacidade deles.

Bloquear / Ativar
Google Analytics
Necessário

São aqueles que permitem a você navegar pelo site e usar recursos essenciais, como áreas seguras, por exemplo. Esses cookies não guardam quaisquer informações sobre você que possam ser usadas em ações de comunicação de produto ou serviço ou para lembrar as páginas navegadas no site.

Bloquear / Ativar
Site
Necessário

Artigos

09h00

Justiça cidadã

A classe operária começou a surgir no fim do Império, mas foi na República Velha, logo após a I Grande Guerra, que esta massa cresceu, principalmente com mão de obra vinda do exterior. Esses operários eram submetidos a condições desumanas de trabalho. Greves pipocavam por todo o território nacional, em busca de direitos, como: oito horas de trabalho, regulamentação do trabalho da mulher e do menor, semana de cinco dias e meio, pontualidade no pagamento...

Nesse contexto, a Justiça do Trabalho foi pensada por intelectuais do jaez de Oliveira Viana e Waldemar Ferreira, que elaboraram um anteprojeto implantado em 1º de maio de 1941 pelo presidente Getúlio Vargas. Naquele mesmo mês, no dia 20, ocorreu a instalação na Bahia desta Especializada.

São, portanto, 75 anos de cidadania à causa do trabalho àqueles que se sentem injustiçados em suas relações profissionais. Em comemorações, no próximo dia 2, às 9 horas, em frente ao Tribunal Regional do Trabalho, em sua sede no Comércio, a atual presidente, Dra. Adna Aguiar, estará ao lado de magistrados, funcionários, advogados e jurisdicionados conduzindo um ato de reafirmação da importância desta Justiça, que também guardo a honra de servir há 35 anos, como servidor. Momento em que serão ratificados o seu caráter cidadão por excelência.

Lamentavelmente, cortes fenomenais ao orçamento do Judiciário Federal, em todo o país, estão levando a ações de contingenciamentos constrangedores àquela Casa de Justiça e cidadania, mesmo com esforços ingentes da atual presidente, em dotar o nosso Quinto Regional com ferramentas mais modernas com o objetivo de aumentar a celeridade resolutiva processual, mesmo havendo um crescente aumento de demandantes pela onda de desempregados nos dias atuais. Ainda há muitas reclamações, que nascem de um número de recursos quase sem fim que impinge ao trabalhador demora no recebimento dos seus direitos, mas ao legislador o mister da criação das leis, e à Justiça a sua aplicação.

Pre | Desktop e Tablet
Grupo de Assistência
Centro de Cultura e Arte Pai João
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Oficina de costura Romana Medrado
Colabore
Caravana Fraterna
Next | Desktop e Tablet
Pre | Smartphone
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Caravana Fraterna
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Centro de Cultura e Arte Pai João
Oficina de costura Romana Medrado
Grupo de Assistência
Colabore
Next | Smartphone
Rua Barreto Pedroso, 295 • Ptuaçu • Salvador • BA • CEP: 41.741-030 • Brasil
Telefone: +55 71 3363.5538
E-mail: cidadedaluz@cidadedaluz.com.br
2016 - 2021. Cidade da Luz. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital