Artigos

12h00

Ataques desnecessários

Sou servidor federal, da Justiça do Trabalho, há 36 anos, vivenciando, mesmo estando na área administrativa, a labuta de gente com pé rachado, rosto sulcado pelo tempo, ainda que com pouca idade; gente com olhar opacificado, pois o seu patrão não recolheu INSS, FGTS; gente que não teve a sua carteira de trabalho assinada; gente até sindicalizada, mas que tinha que trabalhar 12... 14 horas por dia, sem horas extras; gente terceirizada, mas que a empresa não repassa o salário devido; gente demitida por estar doente; mulher demitida por estar grávida, sem qualquer pagamento indenizatório, enfim, vejo pelos apinhados corredores da Justiça do Trabalho muita gente sofrendo a exploração por parte de alguns empresários mesquinhos, desumanos, que querem enriquecer às custas de trabalho forçado e/ou escravo de gente que só quer sobreviver.

Mas vejo também trabalhador, claro, que trapaceou, enganou, mentiu e fraudou. Dessa forma, não há como não se revoltar diante dos ataques que a Justiça do Trabalho vem sofrendo, ora pelo presidente da Câmara Federal, senhor Rodrigo Maria, quando afirma que a Justiça do Trabalho não deveria existir; ora pelo deputado José Carlos Aleluia.

Essa gente, a priori, é eleita para defender o povo e buscar ampliar o seu bem-estar, ou o quê? A que gente essa “estirpe” serve? Certamente, são pessoas que nunca foram empregadas, sempre patroas, e devem se contorcer diante de deveres, pois guardam apreço só pelo que conceituam como direitos.

Não sou fanático por nada, posto que procuro ponderar as questões e conflitos que me chegam sob a luz autodiscursiva da razão. Sei que coisas precisam ser atualizadas nas relações de emprego, porém me pergunto a quem interessa realmente o desamparo do povo sem voz? Esses políticos sabem que o Poder Judiciário em instância alguma é criador de leis, mas sim o seu aplicador. De outra parte, leis são feitas aqui e ali, por interesses corporativistas e próprios, que geram arrastamentos sem fim de ações – em todos os âmbitos –, em uma infinidade de recursos processuais apenas para autoproteção, e depois posam de vestais do comportamento social, criticando decisões que podem ser revistas em instância superior à sua de origem. Ora, ora, vamos encontrar pessoas de conduta irresponsável por todos os lados, como afirmou o presidente do TST, em resposta ao deputado Rodrigo Maia, mas cá para nós: onde é mesmo que há a predominância de possuidores de adjetivos que nada qualificam?

A sociedade brasileira passa por um processo doloroso de parto, mas espero que nasça daí uma real Nação, acabando com a grilagem de grupos com os seus interesses inconfessáveis. Futuras gera- ções merecem, pelo menos elas. É esperar esperançosamente.

Pre | Desktop e Tablet
Caravana Fraterna
Oficina de costura Romana Medrado
Colabore
Centro de Cultura e Arte Pai João
Grupo de Assistência
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Next | Desktop e Tablet
Pre | Smartphone
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Oficina de costura Romana Medrado
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Grupo de Assistência
Caravana Fraterna
Colabore
Centro de Cultura e Arte Pai João
Next | Smartphone
Rua Barreto Pedroso, 295 • Ptuaçu • Salvador • BA • CEP: 41.741-030 • Brasil
Telefone: +55 71 3363.5538
E-mail: cidadedaluz@cidadedaluz.com.br
2016 - 2021. Cidade da Luz. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Para obter mais informações, consulte o nosso política de privacidade e nossa política de cookies. E para entender os tipos de cookies que utilizamos, clique em Opções. Ao clicar em Aceito, você consente com a utilização de cookies.

Aceito Opções

Definições

Queremos ser transparentes sobre os dados que nós e os nossos parceiros coletamos e como os utilizamos, para que você possa controlar melhor os seus dados pessoais. Para obter mais informações, consulte a nossa política de privacidade e nossa politíca de cookies.

O que são cookies?

Cookies são arquivos salvos em seu computador, tablet ou telefone quando você visita um site.

Usamos os cookies necessários para fazer o site funcionar da melhor forma possível e sempre aprimorar os nossos serviços.

Alguns cookies são classificados como necessários e permitem a funcionalidade central, como segurança, gerenciamento de rede e acessibilidade. Estes cookies podem ser coletados e armazenados assim que você inicia sua navegação ou quando usa algum recurso que os requer.

Gerenciar preferências de consentimento

Utilizamos softwares analíticos de terceiros para coletar informações estatísticas sobre os visitantes do nosso site. Esses plugins podem compartilhar o conteúdo que você fornece para terceiros. Recomendamos que você leia as políticas de privacidade deles.

Bloquear / Ativar
Google Analytics
Necessário

São aqueles que permitem a você navegar pelo site e usar recursos essenciais, como áreas seguras, por exemplo. Esses cookies não guardam quaisquer informações sobre você que possam ser usadas em ações de comunicação de produto ou serviço ou para lembrar as páginas navegadas no site.

Bloquear / Ativar
Site
Necessário