Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Para obter mais informações, consulte o nosso política de privacidade e nossa política de cookies. E para entender os tipos de cookies que utilizamos, clique em Opções. Ao clicar em Aceito, você consente com a utilização de cookies.

Aceito Opções

Definições

Queremos ser transparentes sobre os dados que nós e os nossos parceiros coletamos e como os utilizamos, para que você possa controlar melhor os seus dados pessoais. Para obter mais informações, consulte a nossa política de privacidade e nossa politíca de cookies.

O que são cookies?

Cookies são arquivos salvos em seu computador, tablet ou telefone quando você visita um site.

Usamos os cookies necessários para fazer o site funcionar da melhor forma possível e sempre aprimorar os nossos serviços.

Alguns cookies são classificados como necessários e permitem a funcionalidade central, como segurança, gerenciamento de rede e acessibilidade. Estes cookies podem ser coletados e armazenados assim que você inicia sua navegação ou quando usa algum recurso que os requer.

Gerenciar preferências de consentimento

Utilizamos softwares analíticos de terceiros para coletar informações estatísticas sobre os visitantes do nosso site. Esses plugins podem compartilhar o conteúdo que você fornece para terceiros. Recomendamos que você leia as políticas de privacidade deles.

Bloquear / Ativar
Google Analytics
Necessário

São aqueles que permitem a você navegar pelo site e usar recursos essenciais, como áreas seguras, por exemplo. Esses cookies não guardam quaisquer informações sobre você que possam ser usadas em ações de comunicação de produto ou serviço ou para lembrar as páginas navegadas no site.

Bloquear / Ativar
Site
Necessário

Artigos

09h48

Não Respondo

O filósofo polonês, Zygmunt Bauman trouxe à reflexão de  todos o conceito de mundo líquido, ou seja, nada mais tem forma,  densidade, concretude. Tudo é líquido, fluido, sem consistência, em última análise.

Vemos com claridade tudo isso, quando, nesses dias de Natal, na troca de votos de fraternidade, as pessoas mandam  mensagens de outros, em um compartilhar sem fim, não se preocupando, sequer, em personalizar, pôr o nome do destinatário. Sem falar que mandam para os grupos de WatsApp, muitas vezes vemos as mesmas sendo repetidas, sem fim. Acredito, inclusive, que nem tenham a noção do conteúdo da mensagem, é um tal repassar para frente, sem qualquer atenção, repito, em personalizar, em escrever algo só para aquela pessoa. Essas mensagens, decidi: não respondo. Não sou do tipo que fala coisas: em meu tempo, antigamente....em uma nostalgia revoltada pelo avanço dos anos. De forma alguma. Ainda que você seja compelido a lembrar que quando ia comprar um cartão de Natal para mandar a um amigo, você tinha a preocupação de ver se “os dizeres” cambiam a quem você queria fazer um mimo.

Sempre é de grande gentileza você fazer com que quem venha ler sua mensagem saiba, sinta, que ela foi direcionada especificamente para ela. É o que penso.

O mundo da internet se tornou terra de especialistas em tudo, sem conteúdo de coisa alguma. Recentemente, uma pessoa conhecida comentou em um post meu que a situação era dentesca, o que corrigi, dizendo dantesca!? Ela contraditou, não, dentesca mesmo, dura, de detende. Ops! Ok! Mas no caso eu deletei para não a expô-la a impiedade que circula por esses mundos. Geralmente, não leio os comentários sobre o que posto, escrevo, inclusive para não ser tentado a responder às questões “dentescas” que põem. Recentemente, aqui mesmo, no BN, uma colega minha dos tempos de faculdade de Filosofia me mandou um comentário de uma leitora sobre o meu texto “E os negros, Shopping Barra?”, contraditando – ela pelo menos pensava que sim -, dizendo que eu estava errado, pois ela via muitos negros no Barra. Ri litros, como dizem os jovens. Fato é que eu não falei nada de frequência no shopping, e sim de uma peça publicitária dele. Ela só leu o título e deduziu o conteúdo. Guardei o print, pois ilustra tudo que Bauman quis dizer. É isso.
 

*José Medrado é líder espírita, fundador da Cidade da Luz, palestrante espírita e mestre em Família pela UCSal.

Pre | Desktop e Tablet
Caravana Fraterna
Centro de Cultura e Arte Pai João
Oficina de costura Romana Medrado
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Grupo de Assistência
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Colabore
Next | Desktop e Tablet
Pre | Smartphone
Grupo de Assistência
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Colabore
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Caravana Fraterna
Oficina de costura Romana Medrado
Centro de Cultura e Arte Pai João
Next | Smartphone
Rua Barreto Pedroso, 295 • Ptuaçu • Salvador • BA • CEP: 41.741-030 • Brasil
Telefone: +55 71 3363.5538
E-mail: cidadedaluz@cidadedaluz.com.br
2016 - 2021. Cidade da Luz. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital