Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Para obter mais informações, consulte o nosso política de privacidade e nossa política de cookies. E para entender os tipos de cookies que utilizamos, clique em Opções. Ao clicar em Aceito, você consente com a utilização de cookies.

Aceito Opções

Definições

Queremos ser transparentes sobre os dados que nós e os nossos parceiros coletamos e como os utilizamos, para que você possa controlar melhor os seus dados pessoais. Para obter mais informações, consulte a nossa política de privacidade e nossa politíca de cookies.

O que são cookies?

Cookies são arquivos salvos em seu computador, tablet ou telefone quando você visita um site.

Usamos os cookies necessários para fazer o site funcionar da melhor forma possível e sempre aprimorar os nossos serviços.

Alguns cookies são classificados como necessários e permitem a funcionalidade central, como segurança, gerenciamento de rede e acessibilidade. Estes cookies podem ser coletados e armazenados assim que você inicia sua navegação ou quando usa algum recurso que os requer.

Gerenciar preferências de consentimento

Utilizamos softwares analíticos de terceiros para coletar informações estatísticas sobre os visitantes do nosso site. Esses plugins podem compartilhar o conteúdo que você fornece para terceiros. Recomendamos que você leia as políticas de privacidade deles.

Bloquear / Ativar
Google Analytics
Necessário

São aqueles que permitem a você navegar pelo site e usar recursos essenciais, como áreas seguras, por exemplo. Esses cookies não guardam quaisquer informações sobre você que possam ser usadas em ações de comunicação de produto ou serviço ou para lembrar as páginas navegadas no site.

Bloquear / Ativar
Site
Necessário

Artigos

08h06

Vai pegar fogo

Ontem, aqui no BNews, foi noticiado que servidores municipais realizaram manifestação contra o prefeito ACM Neto, no Barbalho.  A confusão terminou em confronto entre os manifestantes e os aliados do prefeito. O grupo contrário ao prefeito portava faixas de apelo contra 'retirada de direitos' e entoava gritos de 'Fora, Neto' e 'Fora, Temer'. Houve necessidade de intervenção da Guarda Municipal. Certamente, os servidores têm motivos para as suas reclamações, e devem fazê-las, pois estamos em uma democracia. Vimos, no entanto, em pequena prévia, o que de fato nos espera de forma regional e nacional, nas próximas eleições: os contrários indo a vias de fato, gerando possíveis conflitos de contorno de difícil previsão. É sabido, de há muito, e dito por especialistas, referindo-se a tal divisão política do Brasil, que nada mais é do que cada um, cada grupo acreditar que o seu jeito de fazer as coisas, de pensar e manifestar é o único correto e melhor do que os demais, assim como os seus valores, crenças, gostos e cultura. Dessa forma, a intolerância toma corpo, e quando perde o argumento de defesa parte para as agressões.

Li recentemente de um estudioso em comportamento coletivo, a assertiva de que toda a polarização tem sido amplificada pelas redes sociais, nas quais discursos de ódio são proferidos sem qualquer medida, evidenciando, claro, a ausência de uma educação para a cidadania, de respeito ao outro. Os indivíduos, sem saber o que argumentar, seja por falta de profundidade do conhecimento ou por pensamento diretivo, fanático parte para a agressão, esperando que sua opinião se sobressaia perante a de tantos outros que, da mesma forma que eles, fazem o mesmo. O cenário se torna um ciclo vicioso de difícil interrupção, o que nos faz imaginar, repito, o que nos espera em outubro, entre os “debatedores” de argumentos de programas dos candidatos às eleições, ou exatamente pela falta dessas plataformas.

Fato é que esses bate-bocas infindáveis nada levam, raramente trazem algum resultado além de inimizades e cortes de relação, além de estresse, podendo, inclusive, acabar em violência. Uma opinião contrária se torna praticamente uma afronta pessoal e, com os ânimos cada vez mais aflorados, é difícil voltar à razão, e quando a perde, as consequências são imprevisíveis. Estamos em retrocesso civilizatório, ao que parece.

 

* José Medrado é líder espírita, fundador da Cidade da Luz, palestrante espírita e mestre em Família pela UCSal.

 

Pre | Desktop e Tablet
Oficina de costura Romana Medrado
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Centro de Cultura e Arte Pai João
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Colabore
Grupo de Assistência
Caravana Fraterna
Next | Desktop e Tablet
Pre | Smartphone
Colabore
Caravana Fraterna
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Oficina de costura Romana Medrado
Centro de Cultura e Arte Pai João
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Grupo de Assistência
Next | Smartphone
Rua Barreto Pedroso, 295 • Ptuaçu • Salvador • BA • CEP: 41.741-030 • Brasil
Telefone: +55 71 3363.5538
E-mail: cidadedaluz@cidadedaluz.com.br
2016 - 2021. Cidade da Luz. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital