Artigos

11h55

Cláudia Leite e Sílvio Santos

Logo que cheguei da Austrália, onde estive em viagem de divulgação espírita por quase um mês, fui questionado sobre o desabafo de Cláudia Leite sobre o possível assédio de Sílvio Santos a ela, ao vivo, em um programa de arrecadação de donativos, Teleton, pelo SBT. Claro que  me posicionei.

De forma clara e objetiva, a artista se sentiu assediada, e pronto, são os sentimentos dela e precisam ser respeitados. Sim, é constrangedor para muitas mulheres casadas, mães... em um programa ouvir de um homem que a sua roupa excita sexualmente, para outras poderia não ser. Gente, não se trata aí de politicamente correto, não. Trata-se de valores que Cláudia Leite carrega. Agora, eu vou determinar em que as pessoas podem se autodeterminar ou não?  Em que elas podem se ofender ou não? Ora, bolas, tenha paciência. Alguém poderia achar normal, bobagem, mas ela não achou, pronto. Repito: é o sentimento dela e precisaria ser respeitado.

Vi, outrossim, um vídeo do dono da Rede TV, afirmando que era uma bobagem, que uma vez Sílvio disse que a ex-mulher dele deveria contratar um assassino para matá-lo por ele ser muito feio, e que ele achou normal, uma brincadeira. Ora, ora, ele achou assim, sentimentos, emoções dele, mas a baiana, não. Será tão difícil  respeitar os sentimentos do outro? Insisto.

Passaram, por outro lado, a divulgar um vídeo onde ela oferece colo a um cantor do The Voice, e ele recusa, dizendo que amava a esposa. Daí começaram a comparar. Muito diferente. Ela não disse que estava excitada por ele. Não exerceu poder algum de estrela sobre ele, o que o dono do SBT fez e faz. Não satisfeitos, os que a antipatizam (a cantora) ainda fazem fake agregando ao que o rapaz respondeu a ela, chamando-a de safada. Mentira.

Gente, não se trata de lado, de ideologia, do politicamente correto é uma questão apenas de respeito e aceitação. Ela se sentiu ofendida, ferida. Pronto. Caberia ao dono do SBT pedir desculpas e dizer que se excedeu diante de uma mulher casada, mãe que desabafou a ofensa que sentiu, porém nos valores vigentes no Brasil, ela foi execrada da emissora. A errada foi ela em desabafar a agressão que como mulher sofrera.

* José Medrado é líder espírita, fundador da Cidade da Luz, palestrante espírita e mestre em Família pela UCSal.

Pre | Desktop e Tablet
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Oficina de costura Romana Medrado
Caravana Fraterna
Centro de Cultura e Arte Pai João
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Grupo de Assistência
Colabore
Next | Desktop e Tablet
Pre | Smartphone
Caravana Fraterna
Centro de Cultura e Arte Pai João
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Oficina de costura Romana Medrado
Colabore
Grupo de Assistência
Next | Smartphone
Rua Barreto Pedroso, 295 • Ptuaçu • Salvador • BA • CEP: 41.741-030 • Brasil
Telefone: +55 71 3363.5538
E-mail: cidadedaluz@cidadedaluz.com.br
2016 - 2018. Cidade da Luz. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital