Artigos

09h00

Sexualidade juvenil


Tem causado grande estranheza, no meio acadêmico, o conceito, direcionamento da ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves, em campanha que chegará em fevereiro, como forma de evitar gravidez indesejável: propõe abstinência sexual dos jovens.

Infelizmente, estamos vendo políticas de Estado sendo baseadas em princípios pessoais, no que deveriam ser políticas públicas, tendo no cidadão o interessado, não princípios ideológicos, principalmente religiosos. É preciso ter visão de ciência, e não de achismo.

A verdade, no campo da compreensão da sexualidade do juvenil, afirmam os estudiosos da sexualidade na adolescência, é que o jovem com o aparecimento da puberdade, a partir dos dez anos, se vê marcado com o início da adolescência. Este é um período pautado por múltiplas alterações, nomeadamente biológicas, fisiológicas, psicológicas, intelectuais e sociais, que se deparam com três grandes enigmas, em seu processo de maturidade: o da identificação do lugar do sujeito nas tensões relacionais do mundo inter-humano, o da filiação e o da sexualidade.

São, portanto, exigências de reposicionamento vital, diante do processo de deixar de ser criança (10 anos) e não se sentir adulto (pós 18). Dessa forma, ao jovem só resta, após o transbordamento aflitivo do impacto da sua realidade de ser e querer ser, considerar: o emudecer (primeiro tempo da adolescência); depois, solicitar, a seu modo, até com confrontos e rebeldias que dos outros venham as palavras que lhe faltam para nomear as vivência, as suas experiências (segundo tempo da adolescência); para, por fim (num terceiro tempo), lançar-se na aventura de se reconstruir, diante do que é e recebeu, inventando, muitas vezes até criando alguma respostas só suas, inéditas às exigências pós-pubertárias, seguindo em direção à condição adulta.

Como a sentimentos em crescimento e se autoidentificando apenas querer, para um fator quase que basilar, os desejos sexuais, na descoberta de si e do outro ser, seja colocado simplesmente o se abster. A garotada vai galhofar, certamente.

O que precisa é a educação mais abrangente e direta, considerando os pais, os adultos próximos, como instrumentos de posicionamento e confiança, para um desenvolvimento sem repressão, mas guardando a responsabilidade nos efeitos das decisões que esses jovens tomarem. Proteger é educar para o mundo, para a vida, pois toda castração gera compulsão. A cada tempo com o ajuste às suas demandas, pois o que já passou, vira história.

*José Medrado | Mestre em família pela Ucsal e fundador da Cidade da Luz

 

Pre | Desktop e Tablet
Centro de Cultura e Arte Pai João
Oficina de costura Romana Medrado
Caravana Fraterna
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Colabore
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Grupo de Assistência
Next | Desktop e Tablet
Pre | Smartphone
Colabore
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Caravana Fraterna
Grupo de Assistência
Oficina de costura Romana Medrado
Centro de Cultura e Arte Pai João
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Next | Smartphone
Rua Barreto Pedroso, 295 • Ptuaçu • Salvador • BA • CEP: 41.741-030 • Brasil
Telefone: +55 71 3363.5538
E-mail: cidadedaluz@cidadedaluz.com.br
2016 - 2021. Cidade da Luz. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Para obter mais informações, consulte o nosso política de privacidade e nossa política de cookies. E para entender os tipos de cookies que utilizamos, clique em Opções. Ao clicar em Aceito, você consente com a utilização de cookies.

Aceito Opções

Definições

Queremos ser transparentes sobre os dados que nós e os nossos parceiros coletamos e como os utilizamos, para que você possa controlar melhor os seus dados pessoais. Para obter mais informações, consulte a nossa política de privacidade e nossa politíca de cookies.

O que são cookies?

Cookies são arquivos salvos em seu computador, tablet ou telefone quando você visita um site.

Usamos os cookies necessários para fazer o site funcionar da melhor forma possível e sempre aprimorar os nossos serviços.

Alguns cookies são classificados como necessários e permitem a funcionalidade central, como segurança, gerenciamento de rede e acessibilidade. Estes cookies podem ser coletados e armazenados assim que você inicia sua navegação ou quando usa algum recurso que os requer.

Gerenciar preferências de consentimento

Utilizamos softwares analíticos de terceiros para coletar informações estatísticas sobre os visitantes do nosso site. Esses plugins podem compartilhar o conteúdo que você fornece para terceiros. Recomendamos que você leia as políticas de privacidade deles.

Bloquear / Ativar
Google Analytics
Necessário

São aqueles que permitem a você navegar pelo site e usar recursos essenciais, como áreas seguras, por exemplo. Esses cookies não guardam quaisquer informações sobre você que possam ser usadas em ações de comunicação de produto ou serviço ou para lembrar as páginas navegadas no site.

Bloquear / Ativar
Site
Necessário