Artigos

10h00

Religião, aborto e democracia

A questão do crime bárbaro perpetrado por um tido, de 33 anos, que ao logo de 4 anos vinha estuprado sua sobrinha, hoje com 10 anos, chocou o Brasil. A menina deu entrada em um hospital na cidade de São Mateus, norte do Espírito Santo, com fortes dores abominais e um exame de sangue mostrou que ela estava grávida. Viu-se, no entanto, e pelo meu sentir, infelizmente, que a questão se voltou toda para a discussão do aborto, ganhando contornos religiosos e esquecendo o estuprador e a presença, cada vez mais frequentes, de relatos de crimes desta natureza, sem que haja, no entanto, uma mobilização social contra.

 A Justiça autorizou o aborto. No despacho, o juiz da Vara da Infância e da Juventude de S. Mateus determinou que a criança seja submetida ao procedimento de melhor viabilidade para preservação da vida dela. Seja pelo aborto ou interrupção da gestação por meio de parto normal imediato. O magistrado atendeu ao pedido do Ministério Público do Espírito Santo.

Vejo que a laicidade do País vive sob interpretação equivocada, falando apenas de direito ao culto, de respeito a pluralidade das religiões que, na prática, não acontece, em geral, e quase de forma alguma em relação às religiões de matriz africana, A  laicidade implica na  separação cabal, total entre o Estado (Brasil) e as religiões. Caberá a cada líder religioso, assim pens, fazer o convencimento dos seus valores da forma de ver as questões em sua religião, aos que eles buscam, e não impor a toda uma nação, através de uma bancada, por exemplo,  os seus convencimentos de fé, pois a cidadania implica inclusive em respeito aos ateus e agnósticos, ao plural sem símbolos de religião, do toda a sociedade. 

infelizmente, mesmo sendo religioso e desenvolvendo trabalho de conscientização do valor da vida, inclusive sendo contra o aborto, percebo que muitos pregadores ignoram que sendo o Brasil uma democracia guarda, de um modo geral, uma distorção de compreensão deste sentido, no âmbito constitucional, em vivência, uma espécie de  vivo e defendo quando tenho interesses e congrega com os meus valores, mas quando se trata do outro a rigidez é imperiosa, o discurso se amolda, em um tal de veja bem, é preciso que...o tal jeitinho brasileiro utilizamos para tudo, até para o modo em que vivemos a democracia e in casu a cidadania nacional e os princípios constitucionais. 

O aborto no Brasil é crime, entretanto, em algumas situações o procedimento é permitido: quando há risco de vida para a gestante, quando a gravidez é resultado de um estupro e ainda também pode ser realizado quando há a comprovação de que o feto é anencéfalo, ou seja, que o feto não apresenta total ou parcialmente a calota craniana e o cérebro. Essa última situação foi por decisão tomada pelo Supremo Tribunal Federal.
Sem qualquer demagogia, ou necessidade de explicitar o que você acha, no âmago de sua alma: se a filha fosse sua, o que você faria?

Líder espírita, fundador da Cidade da Luz, palestrante espírita e mestre em Família pela UCSal. Também é apresentador de rádio.

Pre | Desktop e Tablet
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Colabore
Centro de Cultura e Arte Pai João
Grupo de Assistência
Oficina de costura Romana Medrado
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Caravana Fraterna
Next | Desktop e Tablet
Pre | Smartphone
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Caravana Fraterna
Oficina de costura Romana Medrado
Colabore
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Grupo de Assistência
Centro de Cultura e Arte Pai João
Next | Smartphone
Rua Barreto Pedroso, 295 • Ptuaçu • Salvador • BA • CEP: 41.741-030 • Brasil
Telefone: +55 71 3363.5538
E-mail: cidadedaluz@cidadedaluz.com.br
2016 - 2020. Cidade da Luz. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital