Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Para obter mais informações, consulte o nosso política de privacidade e nossa política de cookies. E para entender os tipos de cookies que utilizamos, clique em Opções. Ao clicar em Aceito, você consente com a utilização de cookies.

Aceito Opções

Definições

Queremos ser transparentes sobre os dados que nós e os nossos parceiros coletamos e como os utilizamos, para que você possa controlar melhor os seus dados pessoais. Para obter mais informações, consulte a nossa política de privacidade e nossa politíca de cookies.

O que são cookies?

Cookies são arquivos salvos em seu computador, tablet ou telefone quando você visita um site.

Usamos os cookies necessários para fazer o site funcionar da melhor forma possível e sempre aprimorar os nossos serviços.

Alguns cookies são classificados como necessários e permitem a funcionalidade central, como segurança, gerenciamento de rede e acessibilidade. Estes cookies podem ser coletados e armazenados assim que você inicia sua navegação ou quando usa algum recurso que os requer.

Gerenciar preferências de consentimento

Utilizamos softwares analíticos de terceiros para coletar informações estatísticas sobre os visitantes do nosso site. Esses plugins podem compartilhar o conteúdo que você fornece para terceiros. Recomendamos que você leia as políticas de privacidade deles.

Bloquear / Ativar
Google Analytics
Necessário

São aqueles que permitem a você navegar pelo site e usar recursos essenciais, como áreas seguras, por exemplo. Esses cookies não guardam quaisquer informações sobre você que possam ser usadas em ações de comunicação de produto ou serviço ou para lembrar as páginas navegadas no site.

Bloquear / Ativar
Site
Necessário

Artigos

08h00

A culpa é da outra.

Vi aqui, na última quarta-feira (22), que a cantora Anitta se envolveu em mais uma polêmica, quando publicou em seu perfil oficial do Instagram uma série de fotos sensuais com o amigo e também cantor Nego do Borel. O povo se desesperou, em comentários críticos porque o parceiro das fotos é noivo e ela amiga da moça, Duda Reis. Agora, você, caro leitor, irá dizer: - Mas que bobagem é essa, que você está abordando? Essa moça gosta de fazer marketing pessoal...e tantos outros pensamentos neste sentido, o que estarão certos, se o meu interesse fosse ela e o rapaz, mas, sim, a reação, os comentários contra a cantora, em contínuo questionamento dela “expondo” a amiga.

Ora, ora, mais uma vez vemos o machismo explícito, e o pior, por parte, na grande maioria, das mulheres. Claro que sim. Se não, reflitamos: Quem deveria proteger,preocupar-se com a moça Duda Reis? AAnitta ou quem supostamente tem um compromisso com a moça?

Vemos ainda prevalecer o entendimento de que a mulher supostamente traidora, “destruidora de relacionamentos” é sempre a ré no tal tribunalda moral e dos bons costumes. Mas por que será que os maridos ou os namorados infiéis, quando for o caso,poucas vezes são responsabilizados? Parece que os homens que traem são legitimados por terem os seus “casinhos”. Existe uma ideia de que os homens “são assim mesmo” e as sem-vergonhas (as outras) são sedutoras impiedosas que não consideram as iguais.

O sociólogo UFRGS Renato de Oliveira afirma que, ainda,a não culpabilização masculina é herança de nosso passado, resquícios ideológicos de uma organização social patrimonialista que vem do Brasil colônia. Naquela época, a sociedade era fundamentada sobre relações de poder patriarcais com foco no homem chefe de família e único detentor das liberdades, criou-se uma cultura internalizada e não revisada, não questionada, em geral, uma espécie de naturalização.

Todavia, a professora Mirian Goldenberg, antropóloga, professora da Universidade Federal do Rio de Janeiro e autora do livro Por que homens e mulheres traem?,afirma que mesmo com as mulheres apresentando comportamentos mais independentes e autônomos, na nossa cultura, o marido ainda é uma espécie de riqueza. Ele é valorizado e disputado. Todavia, isso está mudando, pois se olharmos, na prática, as mulheres têm pedidomais o divórcio, cerca de  70%, indicando que elas não estão tolerantes como eram no passado. Assim, vocês se liguem aí, viu?

José Medrado Líder espírita, fundador da Cidade da Luz, palestrante espírita e mestre em Família pela UCSal. Também é apresentador de rádio.

 
Pre | Desktop e Tablet
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Grupo de Assistência
Centro de Cultura e Arte Pai João
Colabore
Oficina de costura Romana Medrado
Caravana Fraterna
Next | Desktop e Tablet
Pre | Smartphone
Caravana Fraterna
Grupo de Assistência
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Oficina de costura Romana Medrado
Colabore
Centro de Cultura e Arte Pai João
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Next | Smartphone
Rua Barreto Pedroso, 295 • Ptuaçu • Salvador • BA • CEP: 41.741-030 • Brasil
Telefone: +55 71 3363.5538
E-mail: cidadedaluz@cidadedaluz.com.br
2016 - 2021. Cidade da Luz. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital