Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Para obter mais informações, consulte o nosso política de privacidade e nossa política de cookies. E para entender os tipos de cookies que utilizamos, clique em Opções. Ao clicar em Aceito, você consente com a utilização de cookies.

Aceito Opções

Definições

Queremos ser transparentes sobre os dados que nós e os nossos parceiros coletamos e como os utilizamos, para que você possa controlar melhor os seus dados pessoais. Para obter mais informações, consulte a nossa política de privacidade e nossa politíca de cookies.

O que são cookies?

Cookies são arquivos salvos em seu computador, tablet ou telefone quando você visita um site.

Usamos os cookies necessários para fazer o site funcionar da melhor forma possível e sempre aprimorar os nossos serviços.

Alguns cookies são classificados como necessários e permitem a funcionalidade central, como segurança, gerenciamento de rede e acessibilidade. Estes cookies podem ser coletados e armazenados assim que você inicia sua navegação ou quando usa algum recurso que os requer.

Gerenciar preferências de consentimento

Utilizamos softwares analíticos de terceiros para coletar informações estatísticas sobre os visitantes do nosso site. Esses plugins podem compartilhar o conteúdo que você fornece para terceiros. Recomendamos que você leia as políticas de privacidade deles.

Bloquear / Ativar
Google Analytics
Necessário

São aqueles que permitem a você navegar pelo site e usar recursos essenciais, como áreas seguras, por exemplo. Esses cookies não guardam quaisquer informações sobre você que possam ser usadas em ações de comunicação de produto ou serviço ou para lembrar as páginas navegadas no site.

Bloquear / Ativar
Site
Necessário

Artigos

10h00

Asfixia das universidades

Ontem (18) a sociedade, motivada pelo meio acadêmico, fez ato público em defesa da educação, com o tema “Educação contra a Barbárie – Todos em Defesa da Ciência e da Vida contra o Desmonte da Educação Pública”. É sabido há muito que, em especial nos dias que correm, se tenta colar na universidades que elas são uma espécie de epicentro formador de comunistas e anticristãos, razão pela qual precisam ser, sem exagero, dizimadas, ou apenas corredores em que possam circular os grupos eleitos pelo poder. O Brasil inflou uma bolha onde se discute o que no mundo não guarda mais interesse algum. Aqui ainda se fala de invasão de comunistas, de uso de cloroquina, dentre outras distopias. O fato é que a universidade é uma instituição que deve ter lugar para atender às necessidades do país, em suas mais abrangentes variantes e abordagens, em consolidação do que deve ser uma educação de base, com estratégias que deve ser utilizada para a formação de cidadãos e profissionais para incrementos de políticas de bem estar e compreensão, também, de direitos e deveres de todos, inclusive dos poderosos de plantão que, não raros, guardam grande apetite de manutenção das suas ideologias pessoais, sem a compreensão de que lideram uma nação e precisam conduzir não nichos. Muitos adotam o tal ouvir falar, sem efetivamente conhecer o papel das universidades, em especial as públicas, como etapa importante no processo de compreensão do seu compromisso social, de minimizar as carências do povo. Aí que surgem o intencional e criminoso processo de desconstrução, porque sempre as más intenções e interesses inconfessáveis difundem ideais anacrônicas das décadas de 60 do século passado, como sendo escopo de conquista. A natureza humana, eminentemente como de reflexão e relação, se situa no mundo sempre em busca de amparo, de se sentir segura, para melhor sobreviver. Infelizmente, uma parcela só sente e percebe isso na manutenção do seu próprio status quo, não considerando o processo de coletividade. Só a pessoa humana guarda a capacidade de pensar, refletir e estimular, transformar o seu entorno, em busca sempre da compreensão do melhor para o outro também será o para mim, ou pelo menos deveria ser assim. Muitos têm refletido, infelizmente, que projeto de nação pode servir, afinal, “uma política de terra arrasada dirigida à Educação, ora evidente na trágica combinação de asfixia orçamentária e ataques à autonomia universitária – política conduzida por dirigentes que depois serão lembrados sobretudo por suas manifestações de rejeição à ciência, de autoritarismo e, enfim, de pura ignorância?”, propôs a reflexão uma autoridade da educação, ou agregaria apenas a fixação de suas ideologias.

José Medrado Mestre em família pela Ucsal e fundador da Cidade da Luz

Pre | Desktop e Tablet
Colabore
Centro de Cultura e Arte Pai João
Grupo de Assistência
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Caravana Fraterna
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Oficina de costura Romana Medrado
Next | Desktop e Tablet
Pre | Smartphone
Grupo de Assistência
Oficina de costura Romana Medrado
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Centro de Cultura e Arte Pai João
Caravana Fraterna
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Colabore
Next | Smartphone
Rua Barreto Pedroso, 295 • Ptuaçu • Salvador • BA • CEP: 41.741-030 • Brasil
Telefone: +55 71 3363.5538
E-mail: cidadedaluz@cidadedaluz.com.br
2016 - 2021. Cidade da Luz. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital