Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Para obter mais informações, consulte o nosso política de privacidade e nossa política de cookies. E para entender os tipos de cookies que utilizamos, clique em Opções. Ao clicar em Aceito, você consente com a utilização de cookies.

Aceito Opções

Definições

Queremos ser transparentes sobre os dados que nós e os nossos parceiros coletamos e como os utilizamos, para que você possa controlar melhor os seus dados pessoais. Para obter mais informações, consulte a nossa política de privacidade e nossa politíca de cookies.

O que são cookies?

Cookies são arquivos salvos em seu computador, tablet ou telefone quando você visita um site.

Usamos os cookies necessários para fazer o site funcionar da melhor forma possível e sempre aprimorar os nossos serviços.

Alguns cookies são classificados como necessários e permitem a funcionalidade central, como segurança, gerenciamento de rede e acessibilidade. Estes cookies podem ser coletados e armazenados assim que você inicia sua navegação ou quando usa algum recurso que os requer.

Gerenciar preferências de consentimento

Utilizamos softwares analíticos de terceiros para coletar informações estatísticas sobre os visitantes do nosso site. Esses plugins podem compartilhar o conteúdo que você fornece para terceiros. Recomendamos que você leia as políticas de privacidade deles.

Bloquear / Ativar
Google Analytics
Necessário

São aqueles que permitem a você navegar pelo site e usar recursos essenciais, como áreas seguras, por exemplo. Esses cookies não guardam quaisquer informações sobre você que possam ser usadas em ações de comunicação de produto ou serviço ou para lembrar as páginas navegadas no site.

Bloquear / Ativar
Site
Necessário

Artigos

14h30

O que esperar do presidente?

O governador João Doria acabou de afastar por indisciplina o coronel Aleksander Lacerda, o comandante de 7 batalhões da PM que compartilhava mensagens golpistas no Facebook. O coronel bolsonarista convocou os admiradores do presidente para os atos de 7 de setembro, pedindo tanques nas ruas e dizendo que “o caldo vai entornar”.  Esse mesmo coronel em agosto, postou: “Liberdade não se ganha, se toma. Dia 7/9 eu vou”. Não precisa ressaltar que esse comandante é pago com o dinheiro do contribuinte para garantir a lei e a ordem pública e não, lógico, para incitar ruptura institucional. O governador Dória já deveria ter tomando essa decisão, desde quando há alguns dias o coronel Lacerda publicou que “nenhum liberal de talco no bumbum” consegue “derrubar a hegemonia esquerdista no Brasil”. 

Infelizmente, o que estamos vendo não se trata meramente de opiniões, mas, ao que parece, dizem muitos estudiosos do comportamento de massas, conhecido como psicologia das massas e ou psicologia das multidões, que é um ramo da psicologia social cujo objetivo é estudar as características do comportamento de indivíduos dentro de multidões. Estamos, ainda que para muitos se trate de minoria, dentro de um universo de dezenas de milhões de uma população, mas por menor que seja a multidão, o senso de universalidade de comportamento e o enfraquecimento de responsabilidade individual influenciam o coletivo. Estudos indicam que “isso ocorre principalmente na medida em que o número de pessoas no grupo cresce. Por isso, este campo abrange não apenas o estudo do comportamento individual de membros em uma multidão, mas também o comportamento da multidão como uma entidade única”, inclusive com adoção de nome. 

Freud afirma que quando uma pessoa se torna membro de uma multidão, sua mente inconsciente é liberta, retirando seus filtros e restrições do superego (conjunto das forças morais inibidoras que se desenvolvem sob a influência da educação, durante o processo de socialização). Dessa forma, o indivíduo tende a seguir o que “agita as massas” liderada com algum tipo de carisma. Em verdade, essas pessoas que formam massas em algum sentido, normalmente têm confinados os vieses de suas personalidades que nestes casos vêm à tona, por semelhança. 
Lamentável, ao que tudo parece, que o presidente Jair Bolsonaro fomente uma  “convulsão social”, com confrontos belicosos, com o objetivo de usar, talvez, os mecanismos da lei e da ordem para justificar alguma ordem para ação militar. Esperemos que não seja isso, mas...parece. 

José Medrado Mestre em família pela Ucsal e fundador da Cidade da Luz

Pre | Desktop e Tablet
Colabore
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Grupo de Assistência
Centro de Cultura e Arte Pai João
Oficina de costura Romana Medrado
Caravana Fraterna
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Next | Desktop e Tablet
Pre | Smartphone
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Colabore
Grupo de Assistência
Centro de Cultura e Arte Pai João
Caravana Fraterna
Oficina de costura Romana Medrado
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Next | Smartphone
Rua Barreto Pedroso, 295 • Ptuaçu • Salvador • BA • CEP: 41.741-030 • Brasil
Telefone: +55 71 3363.5538
E-mail: cidadedaluz@cidadedaluz.com.br
2016 - 2021. Cidade da Luz. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital