Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Para obter mais informações, consulte o nosso política de privacidade e nossa política de cookies. E para entender os tipos de cookies que utilizamos, clique em Opções. Ao clicar em Aceito, você consente com a utilização de cookies.

Aceito Opções

Definições

Queremos ser transparentes sobre os dados que nós e os nossos parceiros coletamos e como os utilizamos, para que você possa controlar melhor os seus dados pessoais. Para obter mais informações, consulte a nossa política de privacidade e nossa politíca de cookies.

O que são cookies?

Cookies são arquivos salvos em seu computador, tablet ou telefone quando você visita um site.

Usamos os cookies necessários para fazer o site funcionar da melhor forma possível e sempre aprimorar os nossos serviços.

Alguns cookies são classificados como necessários e permitem a funcionalidade central, como segurança, gerenciamento de rede e acessibilidade. Estes cookies podem ser coletados e armazenados assim que você inicia sua navegação ou quando usa algum recurso que os requer.

Gerenciar preferências de consentimento

Utilizamos softwares analíticos de terceiros para coletar informações estatísticas sobre os visitantes do nosso site. Esses plugins podem compartilhar o conteúdo que você fornece para terceiros. Recomendamos que você leia as políticas de privacidade deles.

Bloquear / Ativar
Google Analytics
Necessário

São aqueles que permitem a você navegar pelo site e usar recursos essenciais, como áreas seguras, por exemplo. Esses cookies não guardam quaisquer informações sobre você que possam ser usadas em ações de comunicação de produto ou serviço ou para lembrar as páginas navegadas no site.

Bloquear / Ativar
Site
Necessário

Artigos

10h05

E sua opinião?

Qual a sua opinião, e por quê? Temos o hábito de apenas receber a informação e repassamos. Quase sempre sequer checamos se são verdadeiras, mas será que se temos em mente, com segurança, por que fazemos isso? Li aqui em BNews que a polícia, acompanhada de um vizinho, invadiu a casa de três mulheres, que faziam topless na piscina, em uma cidade do Rio Grande do Norte.  Elas ouviram um barulho e acharam que era o vizinho, retornando, já, pressupõe, que havia feito certa confusão antes, mas, desta vez foi a polícia, conta-nos o site, quebrou o portão da casa e invadiu. “Já vieram bem destemperados, dizendo que levaria todo mundo preso e que iria algemar”, relembrou a dona da casa.

Segundo se sabe, as mulheres tentaram acalmar a situação e explicar que estavam apenas tomando sol na piscina. “Depois de muita confusão, eles fizeram um acordo com a gente, pedindo que colocássemos o biquíni e que o vizinho ficaria vigiando da janela. Se ele visse alguém sem biquíni, ele iria ligar e os policiais iriam invadir e levar todo mundo preso”, contou. Exatamente assim.

O art. 233 do Código Penal (CP) prescreve, ipsi litteris:“Art. 233: Praticar ato obsceno em lugar público, ou aberto ou exposto ao público - Pena — detenção, de 3 (três) meses a 1 (um) ano, ou multa. Vamos lá: a verdade é que o Direito Penal, in casu,  é ciência valorativa, e como tal se constitui, afirma o professor Guilherme Ramos, como elementos de moralidade média de uma dada coletividade, em determinados tempo e espaço. Ou seja, dependerá da sociedade, em um tempo específico. É valor (juízo mais, ou menos, negativo que se faz do fato infracional-penal) e norma penal (em sentido estrito, a norma penal incriminadora, aquela que define infrações penais e comina as respectivas sanções, nada mais que, a grosso modo, uma forma de “castigo estatal, afirma o jurista. Logo, veremos grande celeuma e discussão, uma vez que a própria letra fria da lei afirma local público, ou aberto ou exposto ao público. Tudo bem, a piscina da casa da mulher era aberta, exposta, mas...o vizinho não estaria invadindo o direito ao privativo da casa? Ele não estaria violando a intimidade daquelas mulheres? Discussão lançada.

Por outro, lado, e aqui penso ser um ponto relevante: este retrocesso de costumes, não já se tornou grandemente hipócrita, considerando que não pode mostrar os seios, mas...você aí poderá lembrar de tudo aquilo que está indecentemente escancarado na sociedade e não se trata de seios de fora. Sei que você, leitor, não está considerando a minha posição de religioso como, talvez, de comunista, pois agora é assim – quando se pensa de forma livre, sem amarras ideológicas retrógradas, você é comunista. Parece que há um túnel do tempo (lembram da série das décadas 60,70?), pois é acionado a todo tempo, para onde se viaja tentando ressuscitar valores mortos, que lá atrás ficaram, como elementos constitutivos, em grande parte, extremamente preconceituosos e hipócritas. Ah! Segundo o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, em 2020, a cada seis horas e meia morre, no Brasil, uma mulher foi morta por ser mulher, feminicídio... mas o que se fará contra os seios de fora?

 José Medrado Mestre em família pela Ucsal e fundador da Cidade da Luz

 

Pre | Desktop e Tablet
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Oficina de costura Romana Medrado
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Centro de Cultura e Arte Pai João
Grupo de Assistência
Caravana Fraterna
Colabore
Next | Desktop e Tablet
Pre | Smartphone
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Centro de Cultura e Arte Pai João
Colabore
Grupo de Assistência
Oficina de costura Romana Medrado
Caravana Fraterna
Next | Smartphone
Rua Barreto Pedroso, 295 • Ptuaçu • Salvador • BA • CEP: 41.741-030 • Brasil
Telefone: +55 71 3363.5538
E-mail: cidadedaluz@cidadedaluz.com.br
2016 - 2021. Cidade da Luz. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital