Artigos

14h00

Ideologia falseada

E stamos vendo, acompanhando as discussões por todos os lados, no meu sentir, uma grande confusão, que me soa intencional entre os conceitos conservadorismo x retrocesso. Em verdade, as expressões do conservadorismo, repito, como estamos vendo na contemporaneidade não são isoladas em um conjunto de valores e práticas que revelam uma ideologias anacrônica, em uma espécie de saudosismo do que já foi e não volta, mas, sim, um arsenal de contradições postas para a sociedade brasileira, fazendo uma mistura estrambólica entre valores e comportamentos. O que me interessa eu defendo, digo que é conservador, de direita, o que não me interessa é do outro lado. Seja ele qual for. Surge, afirmam muitos acadêmicos, uma necessidade premente e desafiadora de se fazer fronteira, estabelecendo contraposições verdadeiras na articulação da defesa de direitos e princípios conquistados pelo conjunto da sociedade. Isso é avanço civilizatório, como, por exemplo, reconhecimento a união homoafetiva. Gerou-se um reducionismo apequenado, inclusive em cores, literalmente. Não sendo, pois, um projeto de exclusividade brasileira, a ideologia conservadora e seu modo particular de se apresentar na contemporaneidade e na vida das pessoas atacam, portanto, valores conquistados e estruturados como direitos cidadãos, na busca de uma maior equanimidade das relações de compatriotas. Estimula-se o divisionismo como instrumento de apropriação do poder, pelo poder, longe do esmaecido: todo poder emana do povo. Ora, se assim deve ser, povo não é segmento, são todos. Não vemos uma efetividade do conservadorismo, mas, em diversos pontos, um retrocesso de conquistas, por pessoas e grupos que, não raro, só querem bajular, adular o presidente, concordando com as suas planejadas ações que visam a si e aos seus desejos de poder. São os mesmos atores políticos, em palco modificado apenas no cenário e falas, mas guardam as mesmas personas. No tocante ao conservadorismo clássico, é mister recuperar seu maior representante, Edmund Burke, filósofo e político anglo-irlandês, cujas investidas intelectuais expressam uma crítica contundente à Revolução Francesa, demonstrando intolerância com a perspectiva de liberdade nela contida, conforme exposto no fragmento, do século XVIII, de sua autoria, até parece que mandava recado por uma espécie de túnel do tempo, quando disse: “A bajulação corrompe não só o que a faz, como também o que a recebe; adular não é útil aos povos, nem aos reis.”. Se houver mudança do comando do Executivo nas próximas eleições, vamos ver esses atores confirmando “ideais” do novo inquilino do Planalto. Não são ideologias, são interesses. E o povo não se percebe.

José Medrado Mestre em família pela Ucsal e fundador da Cidade da Luz medrado@cidadadaluz.com.br

Pre | Desktop e Tablet
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Caravana Fraterna
Grupo de Assistência
Colabore
Oficina de costura Romana Medrado
Centro de Cultura e Arte Pai João
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Next | Desktop e Tablet
Pre | Smartphone
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Colabore
Grupo de Assistência
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Caravana Fraterna
Centro de Cultura e Arte Pai João
Oficina de costura Romana Medrado
Next | Smartphone
Rua Barreto Pedroso, 295 • Ptuaçu • Salvador • BA • CEP: 41.741-030 • Brasil
Telefone: +55 71 3363.5538
E-mail: cidadedaluz@cidadedaluz.com.br
2016 - 2021. Cidade da Luz. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Para obter mais informações, consulte o nosso política de privacidade e nossa política de cookies. E para entender os tipos de cookies que utilizamos, clique em Opções. Ao clicar em Aceito, você consente com a utilização de cookies.

Aceito Opções

Definições

Queremos ser transparentes sobre os dados que nós e os nossos parceiros coletamos e como os utilizamos, para que você possa controlar melhor os seus dados pessoais. Para obter mais informações, consulte a nossa política de privacidade e nossa politíca de cookies.

O que são cookies?

Cookies são arquivos salvos em seu computador, tablet ou telefone quando você visita um site.

Usamos os cookies necessários para fazer o site funcionar da melhor forma possível e sempre aprimorar os nossos serviços.

Alguns cookies são classificados como necessários e permitem a funcionalidade central, como segurança, gerenciamento de rede e acessibilidade. Estes cookies podem ser coletados e armazenados assim que você inicia sua navegação ou quando usa algum recurso que os requer.

Gerenciar preferências de consentimento

Utilizamos softwares analíticos de terceiros para coletar informações estatísticas sobre os visitantes do nosso site. Esses plugins podem compartilhar o conteúdo que você fornece para terceiros. Recomendamos que você leia as políticas de privacidade deles.

Bloquear / Ativar
Google Analytics
Necessário

São aqueles que permitem a você navegar pelo site e usar recursos essenciais, como áreas seguras, por exemplo. Esses cookies não guardam quaisquer informações sobre você que possam ser usadas em ações de comunicação de produto ou serviço ou para lembrar as páginas navegadas no site.

Bloquear / Ativar
Site
Necessário