Artigos

10h00

Ataques e omissões

Na esteira recorrente das considerações de Artur Romeu, jornalista e coordenador do escritório regional da Repórteres sem Fronteiras para a América Latina, é de se esperar, quase sempre, que há uma tensão, um constante esgarçamento entre as relações de governos e a imprensa, por questões óbvias: os governos sempre querem elogios e nunca críticas. Todavia, por questões elementares, a imprensa é a responsável por fiscalizar, acompanhar, cobrar as ações de governos e, naturalmente, divulgar até mesmo como forma de pressão. É lamentável e preocupante, no entanto, mais uma vez o que vimos com os profissionais da TV Bahia e Aratu em sua missão de informar, dando-nos a firme impressão que esses atritos são uma espécie de política de tentativa de desmoralização da profissão de formar opinião, bem como desgaste do próprio tecido democrático. Durante os primeiros seis meses de 2021, o número de ataques do presidente Jair Bolsonaro contra a imprensa aumentou 74% em relação ao segundo semestre de 2020. Os dados são do novo levantamento da ONG Repórteres Sem Fronteiras (RSF). O sistema de ataque é um método, afirmam os analistas dos RSF, soando para muitos apenas como arroubos de um presidente temperamental. De forma alguma. As altas autoridades de um país, em especial a sua liderança, quando atacam a imprensa como uma inimiga a ser combatida, gera no imaginário social que os seus prepostos (jornalistas) devem ser combatidos, hostilizados. A verdade é que os Poderes constitutivos de uma Nação precisam proteger, salvaguardar todo e qualquer jornalista, mesmo os que defendam pontos diferentes dos gestores de plantão, uma vez que a democracia se estabelece sobre a informação, opinião de analistas que avaliam momentos, ações públicas e políticas dos que são empregados do povo. O governo brasileiro, infelizmente, caminha no sentido contrário, uma vez que as falas beligerantes desses agentes públicos dão aval, estimulam a agressividade. O Estado tem a obrigação de prevenir episódios de violência contra a imprensa, o que inclui adotar um discurso público que não aumente a vulnerabilidade dos jornalistas diante dos riscos aos quais estão confrontados. O governo brasileiro adota uma postura diametralmente oposta. A fala beligerante de agentes públicos contra os profissionais de imprensa chancela atitudes agressivas por parte de seus apoiadores contra estes profissionais. Legitimar essa violência com omissão é deixar claro que não se trata de bandeira política pura e simplesmente,équestão de valores democráticos e o desprezo por estes sentimentos, uma vez que a crítica para muitos é ofensa, preferindo a bajulação, mesmo sabendo, ou não, que se trata de desfaçatez.

José Medrado Mestre em família pela Ucsal e fundador da Cidade da Luz

Pre | Desktop e Tablet
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Centro de Cultura e Arte Pai João
Oficina de costura Romana Medrado
Grupo de Assistência
Caravana Fraterna
Colabore
Next | Desktop e Tablet
Pre | Smartphone
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Centro de Cultura e Arte Pai João
Grupo de Assistência
Oficina de costura Romana Medrado
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Colabore
Caravana Fraterna
Next | Smartphone
Rua Barreto Pedroso, 295 • Ptuaçu • Salvador • BA • CEP: 41.741-030 • Brasil
Telefone: +55 71 3363.5538
E-mail: cidadedaluz@cidadedaluz.com.br
2016 - 2022. Cidade da Luz. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Para obter mais informações, consulte o nosso política de privacidade e nossa política de cookies. E para entender os tipos de cookies que utilizamos, clique em Opções. Ao clicar em Aceito, você consente com a utilização de cookies.

Aceito Opções

Definições

Queremos ser transparentes sobre os dados que nós e os nossos parceiros coletamos e como os utilizamos, para que você possa controlar melhor os seus dados pessoais. Para obter mais informações, consulte a nossa política de privacidade e nossa politíca de cookies.

O que são cookies?

Cookies são arquivos salvos em seu computador, tablet ou telefone quando você visita um site.

Usamos os cookies necessários para fazer o site funcionar da melhor forma possível e sempre aprimorar os nossos serviços.

Alguns cookies são classificados como necessários e permitem a funcionalidade central, como segurança, gerenciamento de rede e acessibilidade. Estes cookies podem ser coletados e armazenados assim que você inicia sua navegação ou quando usa algum recurso que os requer.

Gerenciar preferências de consentimento

Utilizamos softwares analíticos de terceiros para coletar informações estatísticas sobre os visitantes do nosso site. Esses plugins podem compartilhar o conteúdo que você fornece para terceiros. Recomendamos que você leia as políticas de privacidade deles.

Bloquear / Ativar
Google Analytics
Necessário

São aqueles que permitem a você navegar pelo site e usar recursos essenciais, como áreas seguras, por exemplo. Esses cookies não guardam quaisquer informações sobre você que possam ser usadas em ações de comunicação de produto ou serviço ou para lembrar as páginas navegadas no site.

Bloquear / Ativar
Site
Necessário