Artigos

09h40

Polícia do pensamento

Mil Novecentos e Oitenta e Quatro, publicado como 1984, é um romance distópico (lugar ou estado imaginário em que se vive em condições de extrema opressão), que foi publicado em 1949, isto mesmo, não errei a digitação, não. De autoria do escritor britânico George Orwell, trata-se de um romance que relata um mundo em guerra permanente, cuja vigilância governamental onipresente do superestado, dominado por uma elite privilegiada, persegue o individualismo e a liberdade de expressão como crime de pensamento, que é investigado por uma polícia específica. Nessa sociedade havia o crime de ideia, crimideia, punido com a eliminação do indivíduo. Os tal reality Big Brother nasceu da inspiração desse romance, uma vez que a população era vigiada o tempo todo.  Semelhanças proféticas vamos encontrar nessas páginas para o mundo atual. Ninguém efetivamente vai discordar que para o bem ou para o mal estamos nesta época do big brother ao vivo e permanente, não o da tv, mas o da vida real. Falo para o bem ou para o mal, porque hoje em dia nada escapa de uma fotografia, de um vídeo feito por um celular registrando invasivamente vidas alheias, mas também desvendando crimes de toda natureza.

Podemos guardar a certeza de que tudo está, será filmado. É assim que estamos presenciando registros de abuso de autoridade policial; agressões por sexíssimo e intolerância de gênero, política, religiosa, racial...ou seja sempre há uma câmera que espreita, denuncia e se torna “testemunha” irrefutável das infrações e crimes. No entanto, ao lado de tudo isso, vemos crescer com indiferença doentia uma espécie de “não estou nem aí” se estão gravando. Haja vista a morte em câmara de gás pelos rodoviários federais a um homem que não reagiu, mas apenas se debateu por conta de seus distúrbios psiquiátricos. As câmeras mostram, mas os “ajeitadores” do que aconteceu vêm com as suas narrativas que beiram o surrealismo, pois o que importa é lançar mão da dúvida e, claro, sempre acobertar por algum interesse não confessável, ou mesmo para bajular a quem se encontra em posição de dar algum privilégio à desfaçatez.

Essa Polícia do Pensamento a que se referiu o romancista Orwel está aí, não como instituição policial, mas através de grupos de redes sociais escalados, acredito até com voluntários, para atacar os que pensam diferentemente deles. Policiam, atacam...na velha concepção de que a melhor defesa é o ataque. As imagens, porém, ficam e com elas a transparência, a verdade. Alguém no exercício do poder, seja em que posição for, que cometa crimes de qualquer natureza, pode ter a certeza a batata está assando, e um dia – na linguagem policial – a casa cai, haja vista o tal anestesista estuprador. Sigamos.    

josé Medrado é líder espírita, fundador da Cidade da Luz, palestrante espírita e mestre em Família pela UCSal

 

Pre | Desktop e Tablet
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Centro de Cultura e Arte Pai João
Oficina de costura Romana Medrado
Grupo de Assistência
Colabore
Caravana Fraterna
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Next | Desktop e Tablet
Pre | Smartphone
Caravana Fraterna
Oficina de costura Romana Medrado
Centro de Cultura e Arte Pai João
Grupo de Assistência
Grupo de orientação maternal Irmã Maria Angélica
Colabore
Projeto viver Pituaçu na Cidade da Luz
Next | Smartphone
Rua Barreto Pedroso, 295 • Ptuaçu • Salvador • BA • CEP: 41.741-030 • Brasil
Telefone: +55 71 3363.5538
E-mail: cidadedaluz@cidadedaluz.com.br
2016 - 2022. Cidade da Luz. Todos os direitos reservados.
Produzido por: Click Interativo - Agência Digital

Usamos cookies para armazenar informações sobre como você usa o nosso site e as páginas que visita. Tudo para tornar sua experiência a mais agradável possível. Para obter mais informações, consulte o nosso política de privacidade e nossa política de cookies. E para entender os tipos de cookies que utilizamos, clique em Opções. Ao clicar em Aceito, você consente com a utilização de cookies.

Aceito Opções

Definições

Queremos ser transparentes sobre os dados que nós e os nossos parceiros coletamos e como os utilizamos, para que você possa controlar melhor os seus dados pessoais. Para obter mais informações, consulte a nossa política de privacidade e nossa politíca de cookies.

O que são cookies?

Cookies são arquivos salvos em seu computador, tablet ou telefone quando você visita um site.

Usamos os cookies necessários para fazer o site funcionar da melhor forma possível e sempre aprimorar os nossos serviços.

Alguns cookies são classificados como necessários e permitem a funcionalidade central, como segurança, gerenciamento de rede e acessibilidade. Estes cookies podem ser coletados e armazenados assim que você inicia sua navegação ou quando usa algum recurso que os requer.

Gerenciar preferências de consentimento

Utilizamos softwares analíticos de terceiros para coletar informações estatísticas sobre os visitantes do nosso site. Esses plugins podem compartilhar o conteúdo que você fornece para terceiros. Recomendamos que você leia as políticas de privacidade deles.

Bloquear / Ativar
Google Analytics
Necessário

São aqueles que permitem a você navegar pelo site e usar recursos essenciais, como áreas seguras, por exemplo. Esses cookies não guardam quaisquer informações sobre você que possam ser usadas em ações de comunicação de produto ou serviço ou para lembrar as páginas navegadas no site.

Bloquear / Ativar
Site
Necessário